Profile
Stuffs about me

"Sua aparência me lembra vendedoras de roupas da Opera, me lembra Vj’s da MTV, me lembra integrantes de bandas alternativas, mas meu coração prepalpita quando vejo um sorriso se projetando em seu rosto, vejo os pequeno músculo se movendo em perfeita sincronia, os dentes não são perfeitamente alinhados, como em comerciais de creme dental nos quais a falsidade emana; Ela é alta porém o casaco preto cujo a ponta passa da cintura torna-a menor; Sempre tão estilosa, tão diferente, tão Nova Iorque." Tatyana por Ana Júlia.



Dreams
All your life
You were only waiting for the moment to be free.





quinta-feira, 24 de março de 2011 19:31

Em um mundo de pessoas estressadas e sem tempo algum para relações amorosas ou qualquer demonstração de afeto é quase impossível ver o respeito em olhos sinceros e cintilantes. Os gritos enlouquecedores e ensurdecedores por um pouco de atenção deixam o lar perturbado ao atingir o coração com poucas turbulências. Palavras difíceis não fazem sentido. Nada faz sentido.
O coração não bate mais. A vontade viver se foi ao ouvir as palavras brutas e sem sentimento algum sendo jogadas em minha cara. Eu, que só tentei explicar a situação, sai como a culpada da história. Não deveria ser assim, o mundo é feito para que as pessoas vivam em comunhão, para que amem umas as outras, mas o seu coração, que é tão duro quanto uma pedra, deixa de demonstrar esses sentimentos de afeto.
Respirar fundo é difícil, me acalmar quase impossível. Tenho anos de prática na solidão, tenho mil motivos para deixar tudo para trás e correr atrás de meus sonhos mais impossíveis. Mas não. Eu não quero, eu preciso mudar o jogo que me deixou para baixo como uma perdedora. Eu preciso fazer algumas pontuações no placar e virar aquilo que eu chamo de jogo da vida. Eu preciso te deixar para baixo, assim, aprenderá como eu me sinto toda vez que a culpa de qualquer briga infame e sem nexo é minha.